VENDA DE APOSTILAS E PROJETOS

Como complemento ao meu trabalho neste blog, elaborei para venda diversas apostilas de atividades de alfabetização e projetos pedagógicos de variados temas indicados para professores que atuam em Educação Infantil, Ensino Fundamental e Alfabetização de Jovens e Adultos (EJA).

Tenho também CDs de áudio para Educação Infantil e Fundamental I, cartazes em EVA e livros infantis.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR MEU SITE E FAZER SEU PEDIDO

Os interessados poderão também entrar em contato por email ou pelos telefones abaixo:

glaucerossi@terra.com.br

glaucerossi@gmail.com

glauce.rossi@hotmail.com

glaucerossi@bol.com.br

(11) 97574-9228 - Vivo

(11) 95248-7897 - Tim

Glauce ou Hugo no horário de atendimento das 9:00 às 20:00 de segunda à sexta-feira.

WhatsApp

(11) 95248-7897

Loja virtual

CADASTRO DE CONTATO

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

ALFABETIZAÇÃO: ATIVIDADES PERMANENTES


AS ATIVIDADES PERMANENTES DE ALFABETIZAÇÃO DEVEM SER TRABALHADAS DIARIAMENTE:

1. Leitura compartilhada - O professor lê todos os dias para os alunos vários tipos de textos como: notícias, contos, poesias, histórias, fábulas, etc. 
2. Roda de conversa - Professor e alunos conversam sobre assuntos variados.


3. Agenda - Atividade de cópia de texto com função social na língua (letramento).
É o registro diário das atividades realizadas durante a aula para acompanhamento dos pais.
4. Atividades de leitura -  Deve ser realizada  com textos que já sejam do domínio dos alunos que ainda não sabem ler convencionalmente.
Exemplos: Localizar palavras no texto, ordenação de textos (frases), palavras cruzadas, caça-palavras, adivinhas, roda de leitura, roda de poesia, empréstimo de livros, projetos de leitura, etc.

5. Atividades de escrita - Na atividade de escrita, a criança escreve do jeito que ela sabe (hipótese de escrita) e o professor faz intervenções necessárias em relação à escrita, direto com o aluno.

Exemplos: Completar textos (lacunas no início ou no final da frase), produção escrita de textos individuais e coletivos (listas, histórias, contos, etc.), reescrita de texto que se sabe de cor, revisão de textos, palavras cruzadas (sem banco de palavras), etc.

EXEMPLOS:

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Sondagem da escrita

Objetivos da sondagem:

*Instrumento para mapear o conhecimento das crianças sobre a escrita;
*Reorientar sua prática pedagógica;
*Material de pesquisa para definir as possíveis intervenções;
*Elaborar seu planejamento, propondo situações capazes de gerar novos avanços na aprendizagem das crianças;
*Obter dados sobre o processo de aprendizagem de cada criança.

Para realizar uma sondagem escolhe-se quatro palavras (uma polissílaba, uma trissílaba, uma dissílaba e uma monossílaba, nesta ordem) e uma frase de um mesmo campo semântico. Uma das palavras ditadas anteriormente deve aparecer nesta frase.
                              
Exemplo: lista de animais

DINOSSAURO
JACARÉ
GATO
BOI
O GATO DORMIU NA SALA.

Pede-se então, para que a criança (atividade individual) escreva do jeito que souber. É importante pedir para que ela leia, apontando as letras e os sinais correspondentes à fala.

A partir do material investigado em uma sondagem, pode-se refletir sobre o pensamento da criança e perceber sua hipótese linguística.

Com esse material é possível fazer um acompanhamento periódico da aprendizagem da criança e formular indicadores que permitam ter uma visão da evolução da hipótese de escrita da criança ao longo do processo.

EXEMPLOS DE LISTAS DE PALAVRAS:



sábado, 3 de fevereiro de 2018

Material para crianças além da alfabetização




domingo, 28 de janeiro de 2018

ATIVIDADES COM O NOME

Sugiro essas atividades com os nomes para os primeiros meses de aula. O nome próprio é um modelo estável de escrita. O trabalho com nomes informa as crianças sobre as letras, a quantidade, a posição e a ordem delas; permite o contato com diferentes sílabas e diferentes tamanhos de palavras, além de favorecer a aquisição da base alfabética.


1. Escreva seu nome: Distribuir cartões ou providenciar crachás, pedindo que cada um escreva seu nome, como souber.

2. Memória de nomes: Cada aluno fala o seu nome e a professora escreve na lousa com letra bastão. Depois cada um vai à lousa e faz um traço com giz de cor em torno de seu nome.

3. Encontre seu nome: Distribua os cartões com os nomes ao acaso para os alunos. A um sinal cada um deverá encontrar o colega que está com seu nome.

4. Descubra o nome que falta: Escreva o nome de quatro alunos na lousa. Leia com eles apontando um a um. Peça que fechem os olhos e apague um dos nomes. Deverão dizer qual nome foi apagado.

5. Letras móveis: Distribua letras móveis e peça que montem e leiam seu nome e o de alguns colegas.

6. Cartaz com nomes dos alunos: Escreva o primeiro nome de cada aluno no cartaz aleatoriamente, registrando-os sem agrupá-los por ordem alfabética e nem por nomes de meninos e meninas. Cuidado com nomes compostos, como Ana Lúcia, deve-se colocar as duas palavras. O trabalho com o cartaz com nomes requer muitos dias, às vezes meses, pois é muito riquíssimo para desenvolver a leitura e a escrita das crianças.

7. A história de meu nome: Os alunos levarão para casa uma pesquisa, numa folha, para os pais contarem e escreverem o por que da escolha do nome do filho. Na classe os alunos vão relatar para as outras crianças a história de seu nome.

8. Jogos: Como bingo, dominó, caça-nomes, cruzadinha, quebra-cabeça, forca e lacunado com os nomes dos alunos

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Crachás para a alfabetização

No início do ano a confecção do crachá deverá ser atividade integrante do trabalho com os nomes, tão usual e importante no início do processo de alfabetização.

Vamos aprender a fazer o crachá:

CRACHÁ PENDURADO NO PESCOÇO:
1. Corte um retângulo de cartolina;
2. Faça dois furos com o furador como mostra a figura abaixo.
3. Escreva o primeiro nome do aluno em letra bastão.
4. No segundo ano, já pode colocar o nome completo do aluno, caso esteja alfabético.
5. Corte um pedaço de barbante e amarre-o nos furinhos da cartolina, dando nós.











 CRACHÁ DE MESA:

1. Com uma folha de sulfite, dobre-a em três partes, de acordo com o desenho abaixo;
2. Escreva o nome da criança em letra bastão na parte do meio da folha;
3. Peça ao aluno para ilustrar o seu crachá, ao lado do seu nome, como quiser;
4. No segundo ano, peça aos alunos escreverem o nome deles e fazerem a ilustração.
5. Dobre-o para ele ficar "de pé" na mesa.





domingo, 21 de janeiro de 2018

Lembrancinhas para o início do ano

É muito importante pensar em formas alternativas de acolhimentos aos alunos nos primeiros dias de aula.  
Receber as crianças com um abraço caloroso, cumprimentos e palavras de carinho, auxiliarão na vinculação afetiva dos mesmos. 
Preparar um cartão ou uma simples lembrancinha também ajuda para que as crianças se sintam acolhidas pelo professor e/ou escola.
Exemplo de cartão que pode vir junto com uma guloseima:
















































Nas postagens abaixo há alguns tipos de lembrancinhas ou cartões para o primeiro dia de aula:

http://diariodaprofaglauce.blogspot.com.br/2013/01/lembrancinhas-para-volta-as-aulas.html

http://diariodaprofaglauce.blogspot.com.br/2016/01/lembrancinha-volta-as-aulas.html

http://diariodaprofaglauce.blogspot.com.br/2012/01/mensagens-de-boas-vindas.html

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Planejando o início das aulas


O início do ano letivo se aproxima e para começar bem as aulas o professor precisa de um bom planejamento de atividades para o primeiro mês, que deve contemplar o acolhimento e adaptação dos alunos ao ambiente escolar.

Leia e aproveite a postagem de um Projeto de Adaptação e Integração Escolar:
http://diariodaprofaglauce.blogspot.com.br/2015/01/projeto-adaptacao-e-integracao-escolar.html

Outra postagem aqui do blog que você poderá se interessar é sobre uma sequência didática de atividades para a primeira semana de aula:
http://diariodaprofaglauce.blogspot.com.br/2012/02/sequencia-didatica.html

Veja também a postagem de atividades para o primeiro dia de aula:
http://diariodaprofaglauce.blogspot.com.br/2012/01/plano-de-aula-1-dia-de-aula.html


Bom planejamento e boas aulas!

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Dinâmicas de grupo para o início das aulas


Dinâmica: As vogais
Em sala de aula, reúna todos os alunos da classe, entregue para cada um uma tabela e inicie o processo de apresentação.

Materiais: Tabela da dinâmica:
A = braços abertos
E = braços cruzados à frente I = braço direito levantado O = braços a frente em forma oval U = braços para o alto em forma de U

Procedimentos:
Apresentação dos nomes por meio de gestos e sons verbais.
Com o grupo em círculo, com uma distância um do outro, cada pessoa fala seu nome e logo após, todo o grupo repete o nome em voz alta, em ritmo realizando gestos com os braços de acordo com as vogais pronunciadas.
O participante que for se apresentar deverá ir ao centro da roda, se apresentar e o grupo repete a coreografia, repetindo o nome.

Dicas
Observar se o desempenho dos participantes melhora com a prática e o grau de espontaneidade dos participantes na hora de se apresentar.
Tempo de aplicação: 15 minutos


Dinâmica: Abraço de urso

Fazer a dinâmica de modo que o abraço que for sorteado seja realizado por todos do grupo, ou seja, todos os participantes trocam entre si o abraço.

Materiais: 
·              Cartões com os tipos de abraços  
·              Um  aparelho de som com músicas animadas

·         TIPOS DE ABRAÇOS:
1.                Abraço de urso – bem apertado, ergue o amigo do chão; 
2.                Abraço de lado – ficam os amigos lado a lado e se abraçam; 
3.                Abraço pelas costas – o amigo abraça o outro pelas costas;
4.                 Abraço do fundo do coração – é aquele com carinho; 
5.                Abraço zen – encostar as palmas das mãos um no outro; 
6.                Abraço sanduíche – escolher dois amigos e um fica no meio para o abraço; 
7.                Abraço grupal – todos os participantes se abraçam uns aos outros formando um grande círculo; 
8.                Abraço de rosto colado – encostar o rosto no amigo e abraçar; 
9.                Abraço clássico – abraçam-se normalmente; 
10.           Abraço relâmpago – um abraço rápido; 
11.           Toque extra –  tapinhas nas costas.

Procedimentos:

A dinâmica consiste em passar uma caixa de mão em mão enquanto a música estiver tocando, quando parar a música a pessoa que estiver de posse da caixa pegará o cartão com o tipo de abraço a ser  dado pelos participantes.  A dinâmica termina quando todos os cartões forem sorteados.



Seguidores